VOTO DE CABRESTO É CONDENADO POR LÍDER RELIGIOSO DE CAMPINAS

Contra o Voto de cabresto divino

 

O arcebispo de Campinas, dom Airton José dos Santos, enviou carta às paróquias em que orienta qual deve ser o papel da igreja nas eleições do dia 05 de outubro.

Entre elas, o religioso condena o voto de cabresto, proíbe o uso dos templos e lugares de cultos, assim como eventos religiosos, para propaganda eleitoral partidária e ressalta ainda que os candidatos que são voluntários da igreja devem se afastar do cargo de leigo das paróquias para não constrangerem os fiéis a votarem neles.

Além disso, deixa claro a defesa do financiamento público de campanha – evitando assim a influência do poder econômico sobre as candidaturas -, defende alteração do sistema político em que o pleito seria realizado em dois turnos, sendo que no primeiro votaria na proposta e, no segundo, no candidato, entre outras propostas.

A carta é extensa e propositiva. Mas entre seguir as orientações e ignorá-las há um longo caminho. O que tenho visto é pastores e padres ignorarem sistematicamente o papel da igreja – defendo a conscientização política, mas condeno a partidarização das igrejas – e estão transformando os púlpitos em palanques eleitorais. Não se constrangem em pedir votos para os seus candidatos e tratam os fiéis como ignorantes. O voto de cabresto tem sido uma realidade nos arraiais evangélicos e católicos.

Por Rose Guglielminetti

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s